Introdução

No início dos anos 80, um grupo de profissionais de saúde lançou um projecto, consubstanciado na abertura de uma clínica médica - a "Policlínica de Lordelo" - localizada em Lordelo, concelho de Paredes. O sucesso desse projecto levou a que, alguns anos mais tarde, fosse aberta uma nova clínica, desta vez em Valongo, a qual teve, também, um rápido desenvolvimento.

O aumento significativo da actividade clínica, quer da "Policlínica de Valongo", quer da "Policlínica de Lordelo", fez com que, em 1997, fosse criada a sociedade "PMV - Policlínica, SA". Esta empresa passou a assumir a gestão de ambas as unidades de saúde, numa forma integrada. Assim, foi possível definir um plano estratégico de médio prazo, focalizado na modernização de ambas as unidades clínicas, procurando-se, dessa maneira, melhorar a prestação de serviços às comunidades.

Em 2000, a PMV - Policlínica adquiriu novas instalações para a "Policlínica de Lordelo", as quais foram adaptadas de acordo com projecto de arquitectura adequado aos serviços a prestar. Concomitantemente, a PMV - Policlínica procurou encontrar uma solução para "Policlínica de Valongo", onde a questão das instalações colocava problemas mais significativos. Decidiu-se, então, avançar para a construção de raiz de um edifício, com sete pisos, vocacionado para a prestação de serviços médicos e de diagnóstico, tornando possível o desenvolvimento da actividade que vinha a ser assegurada, há mais de duas décadas, em condições ímpares de qualidade e de conforto e permitindo, ainda, alargar o perímetro de intervenção a novas áreas, nomeadamente em termos da existência de um bloco operatório com três salas cirúrgicas, internamento geral e duas unidades de cuidados continuados de média e longa duração.

Integra ainda a Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI) com 1 Unidade de Media Duração e Reabilitação e 1 Unidade de Longa Duração e Manutenção.

No ano de 2004, foi iniciada a construção do novo edifício ficando concluída a obra de infra-estruturas gerais e dos pisos 1 e 2 em Novembro de 2006. Os restantes pisos (0, 3, 4, 5 6 e cobertura) ficaram concluídos no final do ano de 2007.

As obras realizadas no agora denominado "Hospital de São Martinho", localizado na freguesia de Campo, concelho de Valongo, obedeceram ao seguinte plano estratégico:

  • Piso 0 - Centro de Imagiologia (RX convencional, Ressonância Magnética, Mamografia, Ortopantomografia, Ecografia, sendo certo que a TAC e a Densitometria Óssea estão localizados no Piso 1). Neste piso encontra-se, ainda, localizada parte da Área Técnica do Hospital.
  • Piso 1 - Centro de Consultas Médicas, Unidade de Recolha de Análises Clínicas.
  • Piso 2 - Consultórios Médicos e Medicina Física e Fisioterapia. Neste piso encontra-se, ainda, localizada a Direção.
  • Piso 3 - Área de Internamento, especialmente vocacionada para os Cuidados Continuados (Média Duração e Reabilitação).
  • Piso 4 - Área de Internamento, especialmente vocacionada para os Cuidados Continuados (Longa Duração e Manutenção).
  • Piso 5 - Área de Internamento resultante da actividade cirúrgica.
  • Piso 6 - Área do Bloco Cirúrgico -Três salas de operação com as áreas técnicas de apoio necessárias.
  • Piso 7 (Cobertura) - Área Técnica.

Marcar Consulta